Tal profe, tal turma?

Propositalmente este título faz referência a expressão “tal pai, tal filho”. Julgo importante e interessante repararmos nisso.

A turma se parece com o professor? Existem inúmeros exemplos que sim, se parecem com o jeito e com a forma como ele também conduz a turma. 

Isso se expressa no seu dia a dia. Se o professor é calmo, tranquilo, aos poucos a turma também será. Se o professor é organizado, seus alunos serão. E se o professor é agitado, sua turma também demonstrará isso.

Vamos analisar, de que forma isso ocorre?

No dia a dia, o professor vai deixando claro seu jeito e suas prioridades. Os alunos, por sua vez, por mais tempo que levem vão se adaptando à sua forma de se organizar, e ao cumprir, levam isso como “certo”. 

A convivência é o fator que colabora para isso. As características do professor vão sendo absorvidas por aqueles seres que, de certa forma pequenos, irão reproduzir. Dia após dia, como na família, a turma se adapta, cumpre e age tão qual o professor coloca seus hábitos.

Além disso, hábitos como deixar a sala em ordem, limpa, também são oriundos dessa relação. Toda ordem ou desordem é aprendida. Vem do exemplo. O exemplo e a prática é o que faz nós, seres humanos, aprendermos efetivamente algo.

Como é notável essa relação. Ao entrar em uma sala de aula logo se vê as características do professor, o que é mais ou menos relevante para ele, pelas atitudes de seus alunos. 

Por isso, se faz tão necessário repensarmos nossas práticas diárias, o que é relevante ou não. E através dessa reflexão poder estar em constante atualização, pelo simples fato de estarmos trabalhando com gente. E gente aprende com o exemplo. 

Referências

Imagem retirada do link:
https://br.depositphotos.com/209444896/stock-illustration-pupils-and-teacher-in-classroom.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *