As dimensões da letra

Já problematizaram sua letra alguma vez na vida, né? Pois é, a minha também, e isso é super normal, e sabem por que? Porque uma letra é diferente da outra. E os professores, bem, esses sempre querem o nosso melhor, caprichado e organizado. Mas recentemente estive fazendo um curso sobre tipos de letra (digamos assim), e encontrei uma lacuna nesse aspecto. 

Caligrafia trata-se de um tipo de letra que segue um padrão, bem feita e bonita, mas o calígrafo por exemplo, não tem muito espaço para criar, ele é obrigado a seguir um modelo. Aí pensem comigo, se a caligrafia é seguir um padrão, quando é dado aquele caderno de caligrafia aos alunos queremos que todos escrevam em um padrão? Mas, a letra é algo particular de cada um, ela segue uma linha, cursiva, com o modelo ensinado, porém seu desenho é individual.

Partindo dessa ideia podemos refletir até onde a interferência do professor na escrita do aluno, lá na alfabetização, deve ir. Obviamente que ele ensina e orienta o aluno em todo o processo de construção da escrita, letra por letra, mas quando chegamos na estética da letra, a questão do feio ou bonito é algo particular que não deve ser levado em conta para ser certo ou errado, isso é uma característica de cada aluno.

O termo lettering explica bem isso. Ele basicamente é uma forma de criar livremente o desenho de sua letra, seja ela artística ou não. Isso não se aplica para as crianças, mas pode nos ajudar a pensar na liberdade de criação da própria letra.

Assim, podemos pensar que a construção da letra é algo a ser ensinado e orientado, mas a estética dela não deve ser algo problematizado. Isso é característico de cada um e precisa ser respeitado.

REFERÊNCIAS

Imagem retirada do link:
https://www.estudopratico.com.br/caligrafia-artistica/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *