Cantando se aprende?

É na sala de aula que nos damos conta. Nem sempre aplicamos o que estudamos, muitas vezes sabemos de muitas coisas que deixamos sem querer, passar. 

E foi em sala que reparei algo que não é novidade, já é comprovado, há tempos, a eficácia da música na aprendizagem. Entre muitos aspectos, ela nos traz benefícios.

Alguns deles que podem ser citados, como por exemplo, a relação que pode ser feita com números, cores, palavras, questões motoras, de percepção, espaço, linguagem e interpretação. São muitos os pontos.

Mas hoje quero focar em uma situação. Como a música colabora na memorização. Isso mesmo. Vou me tomar de um exemplo que vivenciei, onde foi trabalhado de forma sutil com o alfabeto com os pequenos. Notamos que muitos deles não sabem a ordem de todas as letras, inclusive pulam algumas, obviamente. Porém, ao colocar uma música das letras, notei que todos eles cantavam corretamente do início ao fim todas elas. Portanto, me dei conta de que eles sem saber, pelo fato de apenas estarem cantando, falaram todo o alfabeto que, sem ela, não sabem. 

Esse fato me fez refletir que podemos então, trabalhar essa música, de forma a desbravar a letra, passo por juntamente com as crianças. Intencionalmente, de forma com que eles percebam que já tem tudo na ponta da língua. Uma forma por exemplo, é colocar a melodia e instigá-los a eles próprios cantarem, com pausas onde o educador pode estar orientando, por exemplo.

A música por fim, não se torna apenas algo para descontrair, ou fixar algum conteúdo, ou até complementar uma atividade, mas sim, ela se transforma na própria atividade. Uma forma descontraída, criativa e interessante de memorizar e aprender com mais facilidade.

Referência

Imagem retirada do link: https://images.app.goo.gl/TstZELe4W62cRU1QA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *