Monthly Archives: Junho 2019

A importância do Pedagogo

Resolvi hoje falar de mim. Falar de todos aqueles que são ou serão pedagogos. Que profissão é essa? Assim como qualquer outro profissional, ele estuda, se aperfeiçoa e muitas vezes, mais do que qualquer outro, ele segue estudando.

E nem cheguei nas suas funções. Elas são inúmeras! Ele atua nos processos de ensino-aprendizagem, é o especialista da educação. Sua formação permite que ele associe o desenvolvimento do aluno, com a realidade que ele vive. Permite adaptar métodos, ser criativo, ser mais humano e ter empatia para com os alunos, ele pode adaptar a aprendizagem ao tempo de cada um. Pode trabalhar em sala como educador, coordenador, supervisor, até na direção de uma escola.

O pedagogo é o professor. É aquele que acompanha o crescimento, o desenvolvimento e a alfabetização. A importância do pedagogo, vai além de questões metodológicas, ela está no processo diário. No início. É o início de tudo, ele atua na fase que vai ser marcante para a criança, que será adolescente e adulto um dia. Questões de convivência, questões sociais.

A forma com que é conduzida as questões de relacionamento dos alunos, nos conflitos por exemplo, afeta nas relações, na auto-estima e na personalidade dos alunos. Outras questões como acertos e erros em atividades, também são fatos que dependendo como for administrado, pode fazer a criança entender o erro e tentar acertar ou então, se sentir inferior e não querer mais perguntar, por exemplo. Isso reflete no futuro do aluno, em sua caminhada.

E fora da escola? Ele está lá também, chama-se educação em espaços não-escolares. Seus campos, nesse caso, fora da escola regular, é a pedagogia empresarial, hospitalar, até na indústria de brinquedos e na elaboração de materiais pedagógicos. Pode ser um educador social, e até trabalhar com a educação especial (que por vezes, está inserida na escola).

Sua função é pedagógica e humana, é analítica e compreensiva. É um exímio observador que muitas vezes, tenta, tenta, tenta de novo. Busca alternativas.

Assim, percebemos a grande importância social e pedagógica do profissional da Pedagogia. É um impulsionador na caminhada escolar. Sua tarefa é delicada e muito gratificante, precisamos valorizar!

Referências:

Imagem retirada do link:
http://evolutime.com.br/dt_blogs/dia-do-pedagogo/

Responsabilidade: um ato de comprometimento

Responsabilidade é assumir o peso dessa palavra e dizer: eu sou! Você se acha uma pessoa responsável? Que peso tem isso na sua vida? Responsabilidade é cumprir com suas obrigações rigorosamente, não deixar a preguiça lhe tomar e fazer de qualquer jeito. Significa fazer bem feito. É também ser organizado, caprichoso com suas tarefas. Responsabilidade não é só questão de esquecimento, mas sim de comprometimento. Não é questão de ter ou não, é questão de ser.

Muitas vezes nos deixamos levar pelo comodismo, e não fazemos certas coisas por achar que não tem importância, mas a preguiça é um vício, dela vem o desinteresse, e pronto, nos acomodamos na falta de responsabilidade.

Responsabilidade é do professor em sua função. É do aluno em sua posição, e dos pais em seu papel. Ela é de cada um de nós na nossa vida.

Mas e na escola? Com nossos pequenos, temos muitas oportunidades de ensiná-los a serem responsáveis. Primeiramente, o nosso exemplo, sendo família ou educadores, precisamos cumprir nossos deveres e eles então, observarão isso. Mas existem milhões de situações em que incentiva o aluno neste ponto.

Na hora de organizar os materiais, na hora de brincar e guardar o brinquedo, ao preparar seu lanche e após jogar seus lixos no chão, lembrar de fazer os temas em casa, cuidados com o seu próprio material, devolução de livros na biblioteca, entre outros pontos que fazem parte da responsabilidade dos alunos.

Cabe a nós incentivá-los a tudo o que fizerem, fazerem bem, com vontade. E nós, a cada vez que ensinarmos dessa forma, que possamos dar o exemplo. Para cada palavra, uma atitude.