Preciso ver sentido!

É muito importante pensarmos sobre isso. Imaginem que um professor está explicando  os estados sólido, líquido e gasoso. Ele então explica, como cada estado se apresenta. Parece simples não é? Agora, quão mais fácil seria para o aluno se entendesse que o gasoso está no vapor da chaleira do seu café, o sólido no gelo do seu suco, é o líquido na água da sua garrafa? Muito mais. Outro exemplo melhor seria uma aula de subtração, de forma simples, apenas com a resolução de exercícios. Como seria o entendimento do aluno se fizessem um mini mercado, onde ele precisa pagar e receber o troco? Bem melhor, porque isso está no dia a dia do aluno. É ali que entra a necessidade de fazer SENTIDO. É preciso que se relacione os conteúdos com a vida dos alunos. E como exatamente age o professor nesse caso? O educador precisa ser o mediador de tudo isso, lançando as ideias, proporcionando desafios, sugiro até que para iniciar um determinado conteúdo se faça primeiro esses questionamentos relacionados a vida do educando, instigando o raciocínio lógico e a curiosidade dos alunos. Como benefícios na aprendizagem, os alunos provavelmente estabelecerão pontes entre os conteúdos e sua vida. Pontes que os ajudarão mais a frente, a compreender de forma completa e sólida, os conteúdos que surgirão, além de se sentirem mais seguros em avaliações que possam surgir.

Referências

Imagem retirada do link: https://br.stockfresh.com/image/4529019/children-and-teacher-on-classroom

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *